Verbo: modo imperativo

Usos do imperativo:

O imperativo é usado para dar ordens, conselhos, instruções, recomendações, pedir favores ou fazer convites:

Si sieda!                           
Sente-se!              

Aspetti, signora!
Espere, senhora!

Apri gli occhi!
Abra os olhos!

Vada al diavolo!
Vá ao diabo!

Non si preoccupino, Signori!
Não se preocupem, senhores!

Pulisca!
Limpe!

Senti che buon profumo!
Sinta que cheiro bom!

Guardi!
Olhe!

Telefoniamo a Carlo!
Vamos telefonar para o Carlo!

Formação do imperativo
:

  • Para a formação do imperativo:

a) as formas da 1a e 2a pessoas do plural (noi e voi) são iguais àquelas do indicativo presente, em todas as conjugações, bem como a 2a pessoa do singular (tu) dos verbos de 2a e 3a conjugação; para os verbos de primeira conjugação, na 2a pessoa do singular (tu), a letra "a" é adicionada ao radical.

b) a 3a pessoa do singular e a 3a pessoa do plural são iguais às do congiuntivo presente.

  • O quadro a seguir apresenta exemplos de verbos regulares das três conjugações, com as terminações típicas de cada pessoa em destaque:



Particularidades do imperativo:

  • Nos verbos "andare", "dare", "fare", "dire" e "stare" a 2a pessoa do singular pode ser abreviada e tomar o apóstrofo:

Andare - (tu) vai / va'
Dare - (tu) dai / da'
Fare - (tu) fai / fa'
Stare - (tu) stai / sta'
Dire - (tu) di'

- Note que, com exceção de "dire", os demais verbos possuem duas formas possíveis para "tu".

  • Na 3a pessoa do singular e plural e na 1a pessoa do plural, os verbos terminados em "-care" e "-gare" recebem a letra "h":

Exemplo - verbo "cercare":

(tu) cerca
(noi) cerchiamo
(loro/Loro) cerchino

  • Os verbos terminados em "-cere", "-gere", "-ciare", "-urre" e os verbos com prolongamento do radical apresentam as mesmas particularidades que no presente do indicativo.

Siga-nos

Newsletter

Receba nossa newsletter. Inscreva-se aqui