Verbo: modo indicativo - trapassato remoto

Usos do trapassato remoto:

  • O trapassato remoto é usado para indicar anterioridade imediata de um fato passado em relação a outro, também passado, nas orações subordinadas introduzidas por conjunções e expressões de tempo como "quando", "doppo che", "appena che", "(non) appena", "finché", "allorché", etc:

Appena fu partito, Lucia entrò.
Assim que ele partiu, Lucia entrou.

Andò a casa doppo che ebbe ricevuto la lettera.
Foi para casa depois que recebeu a carta.

Formação do trapassato remoto:

  • É um tempo composto formado com o passato remoto dos verbos auxiliares "avere" ou "essere" e o participio passato do verbo principal. Exemplos:



  • Passato remoto dos auxiliares "essere" e "avere":



Observações:

  • Quando o auxiliar "essere" é usado, ele concorda em gênero e número com o sujeito da oração.

  • Para o emprego do trapassato remoto, o verbo da oração principal deve estar no passato remoto:

Appena fu partito, Lucia entrò.
Assim que ele partiu, Lucia entrou.

  • Deve haver uma relação inequívoca entre a oração subordinada e a oração principal, e aquela contendo o trapassato remoto precede imediatamente a outra.

Siga-nos

Newsletter

Receba nossa newsletter. Inscreva-se aqui